domingo, 16 de março de 2008

BRUNO ROCKASSETES


Bruno nasceu em Aracaju-SE, em 22 de Julho de 1983. Seu estimulo com a música veio desde muito cedo. “Meu pai toca violão, mas nunca tentou profissionalmente, gostava de tocar em festas com amigos, minha mãe costumava cantar com ele também”. A família de Bruno sempre foi envolvida com a música, seu avô por exemplo, gostava de cantar e comprava instrumentos para que quando os amigos aparecessem, pudesse fazer um som com eles. A avó de Bruno também tinha envolvimento com a música e tocava piano. Mas Bruno começou de fato a se envolver na música aos 12 anos tendo o seu pai como primeiro professor, posteriormente ingressou no Conservatório de Sergipe estudando guitarra, abandonando os estudos e indo morar em São Paulo. Lá, ele estudou durante seis meses piano e canto.
O nome artístico que Bruno usa é Bruno Mattos, mas de acordo com ele, Bruno Rockassetes fica mais singular. Atualmente integra a banda “Rockassetes”. A “Rockassetes” faz uma espécie de rock retrô mas nosso artista não gosta de definir um estilo por achar que fecha muito as influências do trabalho. Em geral a turma faz suas próprias músicas com a influência de trabalhos da década de 60 e 70, adicionando também elementos contemporâneos dos anos 90 e 2000. A “Rockassetes” começou como Eloqüentes e depois mudou o nome para Rockassetes. Na banda alguns músicos também mudaram. Só para citar alguns guitarristas : Rodrigo de Freitas que hoje em dia cuida da arte gráfica da banda, Rodrigo projetou a capa do disco e alguns matérias extras. Depois veio Allan que hoje cuida do site da banda, em seguida Marcos Moura que chegou a tocar com a banda em Sampa (atual território da banda), Bruno Pi da “Maria Suco de Uva” e por último Rafael Costello já conhecido pela “Plástico Lunar”. Atualmente a formação da “Rockassetes” é Bruno Mattos, Leo Mattos, João Melo e Rafael Costello.
As influências de Bruno foram bandas de rock dos anos 60 e 70 , desde Beatles a Who, tendo uma influência forte de outros seguimentos como a bossa-nova, gênero que ele considera responsável pelo enriquecimento das harmonias das músicas até a composição das letras. Atualmente nosso artista anda ouvindo muito Belle & Sebastian, Novos Baianos, Chico, Caetano, Teenage Fanclub.
As circunstâncias pelas quais ocorre o processo de criação das composições de Bruno acontecem em qualquer hora. Surgem “no ônibus, na faculdade, ou em casa. Mas nem tudo é só inspiração às vezes é trabalho mesmo, tem que se pensar e deixar sentir, a madrugada sempre me ajuda nessas horas!”. Os temas que geralmente são abordados em suas composições dizem respeito à temas políticos, drogas e o amor. Sou uma pessoa muito ligada à paixões, não falo aqui de paixões carnais (essas também, é claro) mas paixões por tudo o que vive; desde uma tristeza a uma felicidade extrema (...)gosto de brincar com metáforas também pra falar de coisas que supostamente não deveria”.
A “Rockasetes” já gravou programas na MTV, no Multishow, participaram de grandes festivais como o MADA (RN), Calango (MT), No Capricho (SP), Demo-Sul (PN), foram indicados como artista revelação no Prêmio Toddy de música Independente, gravaram um clipe no Projeto Verão do ano passado e esse ano vão lançar o primeiro disco e continuar viajando. Em Aracaju levaram a vitória no festival estudantil Novo Canto 2000. Atualmente os caras têm alguns festivais em vista e projetos de clipe até o fim do ano.
Com relação à situação do artista no cenário local, Bruno diz que mesmo morando já a dois anos em Sampa, percebe que infelizmente as coisas não mudaram muito. De acordo com ele o cenário local tem excelentes bandas, porém, falta lugar apropriado para se mostrar o trabalho. “Essas coisas só podem desestimular o artista e acaba não restando outra opção se não sair do estado, ou continuar tocando em poucas ocasiões. Resumindo, banda tem, música tem, falta produtor, falta casa de show específica e falta crença por parte das pessoas que poderiam estar impulsionando isso”.
O leitor pode encontrar o trabalho da “Rockassetes” pela net, o disco por ser independente só se adquire nos shows da banda, além poder baixar o trabalho no My Space, Tramavirtual, sem contar as curiosidades no Fotolog e no site.

Aqui vão alguns sites onde pode se encontrar o trabalho da banda www.rockassetes.mus.br, www.myspace.com/rockassetesrockit
www.fotolog.com/rockassetes_se. Quem quiser entrar em contato direto com Bruno, seu e-mail é:bruno@rockassetes.mus.br

Nenhum comentário: